Um Corpo Estranho no Sofar Sounds Lisbon

safe_image-php

Sobre a nossa passagem pelo Sofar Sounds Lisbon… ❤

“Cada letra entoa em si uma chama muito própria. Cada música existe como se de um poema se tratasse. E criar esse efeito mais lírico, em jeito de epopeia, não é, de todo, fácil. A enorme harmonia de tons que o grupo atinge, pelas vozes entre graves e agudos, e pela improvável boda entre instrumentos de cordas e a percussão, tão propositada e marcada, compassando as pegadas de uma banda que parece contar já várias décadas de existência, tal é a experiência que parece ecoar dos vários ritmos e palavras, é bastante evidente, como se musas estivessem constantemente presentes no momento da criação e da actuação.” – Tracker Magazine

Link: http://tracker-magazine.com/o-sofar-sounds-lisbon-prova-novamente-que-tres-e-mesmo-a-dose-perfeita/

“Choco frito é bom, mas Um Corpo Estranho é melhor. Estes meninos vieram de Setúbal para dar tomar conta daquele pedaço de chão de madeira do Lost Collective, num momento magnífico de música nacional.

Uma portugalidade cantada por esses corpos estranhos que são Pedro Franco e João Mota, acompanhados por outros três músicos que se apoderam dos instrumentos para resultar tudo numa simbiose perfeita entre eles e a sua lírica quase poética.

Não podíamos pedir muito mais daquele momento que ali se viveu, onde houve tempo para uma breve homenagem ao poeta, também setubalense, Bocage.” – Espalha Factos

Link: https://espalhafactos.com/2016/10/16/sofar-sounds-lisbon-entrar-segredo-sair-coracao-cheio/

A actuação seguinte esteve a cargo dos Um Corpo Estranho, uma banda de Setúbal que há dois anos já tinha participado num Sofar Sounds. O regresso a mais uma edição justifica-se com o novo álbum, “Pulso”. Alternando entre temas do primeiro álbum e de “Pulso”, o que sempre se destacou foi a bateria. Vale também a pena realçar o grande valor do vocalista, que tantas vezes variou o tom da sua voz, consoante a música. Em temas como A Seiva e Valquíria, o tema mais relevante foi sem dúvida Adamastor, uma homenagem a Boucage na celebração dos seus 250 anos, através da interpretação do poema “Adamastor Cruel! De Teus Furores” – Musica em Dx

Link: http://www.musicaemdx.pt/2016/10/15/sofar-sounds-uma-bandeja-de-talento/

 

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s